28 de dezembro de 2011

Não foi um preço alto que pagou aquele homem.
Era exato o que havia no bolso.
Era todo o valor de sua dor.

Nenhum comentário: