10 de outubro de 2011

podem chamar do que quiser 
eu chamo de [ loucura ]
 aquilo que não 
sinto

Nenhum comentário: