28 de julho de 2011

Pouco

Não poderia discorrer sobre muito mais. Tudo anda pouco. Preciso de mais uma dose - de vida. Sobriedade é cansaço sem cor. Sem êxtase. Já devorei todas as palavras e gestos. É o que posso.Tudo anda pouco.  

Um comentário:

marlene edir severino disse...

E quando se assimila, incorpora o pouco em sua profundidade ele pode tornar-se muito.
Acabamos enxergando alguns sobretons antes imperceptíveis.

Muito bom texto!

Beijo, querida!