8 de abril de 2011

Onde se movem os astros

Enquanto os dias não chegam,
Ele me sabe nos céus - de opacas sombras.
Que não se demore tão longe.
Os acasos anseiam se cumprir.

2 comentários:

Ricardo Steil disse...

Vai haver olhares
Palavras
Flerte
E um beijo pra confirmar

O inevitável, baby
Inevitavelmente
Se cumpre

À luz de velas
Ou na penumbra
Do quarto de dormir

Fernando disse...

gostando cada vez mais do que você escreve
... denso e fascinante