26 de abril de 2011

Através

Me viu. Através da noite. E apesar de.
Quando amanheço, digo adeus - e não mais.

Nenhum comentário: