12 de janeiro de 2011

(in) Probabilidades

Algumas pessoas unem todas as coisas,
Mas são improváveis.
Improváveis à meia luz da consciência.
Porque não existem pessoas ou coisas improváveis.
O que existe, são limitações daquilo que se vê,
Enquanto metade.

Um comentário:

Ricardo Steil disse...

Eu posso até sumir
Sumir por necessidade
Sumir por obrigação
E por frescuras a mais

Mas jamais esqueço de ti

Me lembro de ti
Ao ouvir os grilos cricrilando
Os pássaros cantando
E até quando a fome bate

E me satisfaço
Com bolachas trakinas