23 de dezembro de 2010

Pausa

Fez-se noite.
Intervalo poético para a travessia,
E o germinar.

Um comentário:

Ricardo Steil disse...

E atravessando a noite
Entre vielas da centenária cidade
Caminha o escritor e a poetisa
Discutindo Jung, Freud e Balzac
De repente solta a filha dos versos
[a caneta]
E responde:
- Que se fodam todos
Sou mais Molly Bloom

Desculpe mais não resisti escrever um poema sobre o teu, feliz natal poetisa ;-)