2 de outubro de 2010

vôos

abelha que sou
vou de boca em boca
colhendo com ardor
o pólen do mel do amor

Um comentário:

Ricardo Steil disse...

Adoro poemetos. Ficou lindo Sandra. Parabéns.