14 de setembro de 2010

a liberdade de uma tempestade plena

intensidade é um termo que me define bem
tempestade também
pra mim é sempre, nunca, tudo, nada
a dor é intensa
o amor é imenso
o desejo é urgente
tudo arde, tudo tarde
ora avanço, ora retrocedo
até os ventos fracos são intensamente fracos
não que eu seja uma pessoa efusiva
tenho a sorte que algumas tempestades acontecem quando muitos dormem
desconheço a coerência do raso
tudo acontece num movimento intempestivo, súbito e profundo
e essa força tanta
que me faz originar, falecer, queimar e sangrar
corre calma e licenciosa pelas minhas veias
permanentemente