29 de agosto de 2010

do hábito de mentir

e que não vire hábito isso de ser sincero
fico magoada quando não me contas uma mentirinha apenas
acredites
volto a confiar em ti depois de uma e até duas mentirinhas
mentes sem remorso
perdoo-te antecipadamente
só pela graça das coisas não serem sempre ‘do modo certo’
mas disfarças bem teu receio
odeio mentiras mal contadas!

Nenhum comentário: